Candidíase oral: principais causas e tratamentos

A candidíase oral também conhecida como sapinho provoca lesões esbranquiçadas na língua, nas bochechas e em partes da cavidade bucal, podendo causar ardência e incômodo para quem tem.

A candidíase oral surge devido ao fungo candida albicans que está presente na boca, e acaba ocorrendo essa inflamação quando há baixa imunidade no indivíduo. 

Geralmente esse fungo aparece em bebês, porque ainda não tem a imunidade formada, mas é comum também em pessoas com doenças autoimunes. 

É importante levar as crianças desde cedo a clínica de odontologia para cuidar da saúde bucal dos pequenos, e evitar doenças bucais como a candidíase oral. 

Assim como as crianças, é imprescindível os adultos também frequentar o dentista de modo regular para evitar problemas bucais. 

Desse modo, entenda mais sobre essa enfermidade, sua causa e seu tratamento.

O que é a candidíase oral?

A candidíase oral é causada por fungos, conhecido como candida albicans, eles têm contato com a pele humana e mucosas externas, mas não provocam doenças. 

Porém, caso o indivíduo tenha o sistema imunológico enfraquecido, a candidíase oral pode se desenvolver. 

Geralmente quando o sistema de defesa do organismo se encontra saudável, ele consegue manter esses fungos sob controle, impedindo que apareçam doenças. 

A defesa do organismo de crianças não é forte quanto a dos adultos, isso porque ainda está em formação, sendo mais fraco para combater os microrganismos, facilitando assim a  infecção do fungo cândida albicans.

O fungo é encontrado na boca, intestinos e vaginas, e podem se desenvolver após períodos de diarréia, mão contaminada ou boca, e nos bebês quando o bico do peito da mãe ou a mamadeira estão infectados. 

Em resumo, a candidíase oral é uma doença que afeta crianças e adultos que tenham problemas com a imunidade em formação e baixa, devido a diversos fatores.

Como a candidíase oral é transmitida?

A candidíase oral é contagiosa e muitas vezes não há formas de prevenção por ser uma doença que ocorre devido aos fungos que já constam no organismo. Com isso, ela pode ser transmitida por contato direto entre pessoas. 

Geralmente ocorre através do beijo, contato sexual e compartilhamento de alimentos, utensílios e objetos.

Essa doença pode ser identificada por um dentista em uma consulta periódica, pois ao examinar, é possível perceber as feridas causadas pelo candida albicans. 

O dentista que cuida da gengiva é o mais indicado nesses tipos de situações. 

Quais os principais sintomas da candidíase oral?

Quando o indivíduo se infecta com a candidíase oral, os sintomas mais comuns podem incluir:

  • Xerostomia (Boca seca);
  • Dor ao mastigar e ao engolir; 
  • Vômitos e Náusea; 
  • Rachaduras na cavidade bucal; 
  • Redução do apetite; 
  • Incômodo na garganta;
  • Secreção branca. 

Após perceber esses sintomas é preciso passar em um médico para avaliar a situação e saber se o quadro é uma infecção por candidíase oral. 

Um profissional da área de odontologia pode vir a perceber ao examinar o paciente, muitas vezes recorrendo ao dentista 24 horas se o problema for mais urgente.

Quais as causas da candidíase oral?

Como vimos, o fungo candida é encontrado naturalmente na pele e nas mucosas. 

Entretanto, quando há alterações na imunidade devido alguma doença autoimune ou em bebês que estão em formação, a infecção pode se desenvolver com mais facilidade. 

As doenças como diabetes, deficiências nutricionais, aids e leucemia podem potencializar o surgimento da candidíase oral. 

Outro fator que pode acontecer é quando o indivíduo faz alto consumo de alimentos ricos em carboidratos e açúcares, causando problemas bucais como cárie, e potencializando a candidíase oral. 

Para conter essa dor, muitas vezes é preciso recorrer ao dentista urgência 24 horas.

Pessoas que fazem uso de dentaduras e mantêm maus hábitos de higiene, como esquecer de retirar ela ou não higienizá-la, pode potencializar a infecção por candida, tendo que mudar os hábitos para se ter uma limpeza adequada.

Caso isso não ocorra é preciso intervir com outros tipos de procedimento como a prótese fixa dentária.

Quais são os tratamentos para candidíase oral? 

O tratamento da candidíase oral é indicado pelo médico clínico geral, dentista ou pediatra no caso dos bebês e crianças. 

Geralmente o tratamento pode ser feito em caso com a aplicação de antifúngicos, com duração de até uma semana de uso. 

Mesmo com o uso dos medicamentos receitados por um profissional de saúde, é imprescindível cuidar bem da higiene bucal para conter os fungos e evitar o surgimento de  outras doenças bucais. 
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × quatro =